Barra de navegação

4 de nov de 2010

O Fim oficial do Walkman


Caso você tenha nascido nos anos 90, ainda poderia ver o saudoso Walkman em funcionamento. Era uma febre na época, era como se fosse um mini-rádio, onde você podia ouvir fitas cassete (fitas K-7) e tinha algumas que vinha com rádio AM e outras com rádio FM. Era portátil e você podia ouvir suas músicas em qualquer lugar. Porém, sua fabricante, a Sony, oficializou o fim do Walkman ontem, e eles pararam sua fabricação em quase todo o mundo. Por quê?

A tecnologia cresceu. Dizem que o walkman era o bisavô do IPod, e realmente... é isso mesmo. Vejamos os fatos.



Durante a febre Walkman, era o boom das fitas K-7 com gravações de música. Algumas vinham com vídeos, mas a maioria era só áudio. Mesmo pelo seu tamanho (seu tamanho era duas vezes menor que uma fita de vídeo), gravava muitos sons com alta fidelidade, utilizando um gravador. Alguns walkmans vinham com microfone e gravador de voz (o som era gravado numa K-7).
Depois, veio os aparelhos que reproduziram CD (os populares "Discmans"), um artefato novo na época. Era virada do milênio quando os CDs foram um grande sucesso. Todo mundo tinha um portátil disso, o problema era o tamanho dos CDs na época (o diâmetro era muito grande para tentar colocar dentro do bolso), porém ocupavam menos espaço (se levarmos em consideração do volume deixado por uma pilha de 100 CDs, um encima do outro, e uma pilha de 100 fitas K-7). O Walkman começava a ser deixado de lado, porém só não tinha sido descartado por terem suporte a Rádio AM e FM, coisa que os tocadores de CD não tinham Rádio FM nem gravavam som.

Pouco tempo depois, veio os famigerados MP3s. Aqueles objetos cada vez mais compactos tinham um HD específico e não necessitama de nenhum fator externo para tocar músicas (só pilhas). Conectava ao computador por meio de um cabo USB (ou diretamente) e ainda tocava músicas digitalizadas. Tinha Rádio FM e permitia gravar música da rádio, além de gravar sons externos. Ou seja: tudo que o Walkman fazia na sua época. Então foi declarado que o MP3 era o neto do Walkman, mas ainda viria uma nova revolução.

Surge então o IPod, da famigerada Apple. Ela continua todos os serviços oferecidos do MP3, além de visualizar vídeos, ler textos, jogos em Java (coisa que o MP5 e suas evoluções viriam a fazer depois) e mais um suporte: acesso a internet. Com a internet, você podia baixar músicas, ver notícias em mundo real e assim vai.

Como podem ver, o Walkman virou coisa de colecionador. E agora é oficial, com o fim de sua produção. Daqui a pouco, será a vez do Discman, e daqui a uns dez anos, podemos ver o MP3 indo pro ralo. Quem sabe?

Se você tem um Walkman, guarde. No futuro, ele poderá valer uma fortuna nas mãos de colecionadores. E se você ainda tiver fita K-7, que está esperando para convertê-lo logo pra CD e depois guardar no computador pra passar pro IPod e ouvir onde você estiver??

http://gaivotagorda.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos indicamos...

Related Posts with Thumbnails

Tabela do Brasileirão

Carregando tabela de Central Brasileirão...
Tabela gerada por Central Brasileirão