Barra de navegação

28 de mai de 2010

O Bosque dos suicidas

Há séculos uma floresta no Japão, aos pés do Monte Fuji, vem chamando a atenção de diversas pessoas, algumas são atraídas por histórias macabras contadas a respeito da floresta. Aokigahara é uma floresta gélida com o solo rochoso de formação vulcânica, com grutas e cavernas congeladas que mesmo no verão não degelam. Ao passo em que se adentra, a mata fica cada vez mais fechada dificultando a passagem da luz do sol.

Histórias de manifestações sobrenaturais que ocorrem no local são comuns entre os moradores da região. Algumas pessoas dentro da floresta sentem perda dos sentidos, desorientam-se e não conseguem achar o caminho de volta, as que conseguem voltar relatam ter encontrado com outras pessoas, com feições mórbidas, que aparecem do nada e somem no nada.

Devido a concentração de ferro nas rochas vulcânicas muitos afirmam que os equipamentos de orientação são prejudicados, por isso, muitas pessoas acabam se perdendo. Mas segundo alguns especialistas do exército japonês, o ferro contido nas rochas não é o suficiente para desorientar um aparelho como uma bússola ou GPS, o que nos faz pensar no porquê das ocorrências de desorientação. 


Há muitos anos a floresta densa e fria carrega a fama de amaldiçoada, registros de histórias datadas dos anos de 1800 (período no qual o Japão passou por grandes dificuldades devido a crises sociais e desastres naturais), relatam casos de camponeses que devido à grande miséria abandonavam bebês, idosos e inválidos na mata, para que os mesmos morressem por ali, diminuindo os gastos da família.

Muitos acreditam que as histórias a respeito das mortes e dos fenômenos estranhos que assombram o lugar não passam de rumores,mas, esta floresta vai muito além disso, se tornando um lugar verdadeiramente bizarro e macabro. Além das pessoas que são atraídas apenas pelas suas histórias, um outro grupo de pessoas também são atraídas para lá e estas realmente nunca mais voltam, são os suicidas.

A fama do lugar fez com que as autoridades mudassem a postura. Ao invés de enviar gente para buscar os corpos, o governo designa pessoas para ficar alerta ao menor sinal de actividade suspeita e fazer de tudo para evitar o suicídio.

Foi mais ou menos isso que aconteceu com Taro (nome fictício), homem que virou tema de uma reportagem da CNN. Ele comprou uma passagem só de ida até Aokigahara e, chegando lá, cortou os pulsos. O corte, no entanto, não foi fundo o bastante para matá-lo. Então, Taro ficou vageando pelo bosque por dias, até não aguentar mais e desabar numa moita, derrotado pela desidratação, fome e hipotermia. Só não perdeu a vida porque um sujeito que fazia trilha encontrou-o e soou o alarme. Taro perderia os dedos do seu pé direito, congelados, mas acabou salvo. Ele teria declarado as autoridades estar envergonhado por ter feito o que fez, mas admite que ainda pensa em suicídio.

- Eu tento não pensar nisso, mas eu não posso dizer “nunca”. De momento, a vontade de viver é maior, diz ele.

Diversas placas foram colocadas nas entradas do bosque, com mensagens como:
"por favor, reconsidere" ou " Não guarde suas preocupações só para você, procure ajuda" e outras com o mesmo intuito de evitar mais suicidios.

Mas na maioria dos casos, em vão...


O Japão é o país com os mais altos índices de suicídio no mundo,por ano são registrados dezenas de casos no local, desde 1950 mais de 500 corpos foram encontrados na floresta, a maioria deles com sinais evidentes de suicídio, só em 2002 foram registrados 78 casos. Aokigahara perde apenas para Golden Gate Bridge, em São Francisco, que nas estatísticas é o lugar onde mais ocorreu suicídios no mundo. Devido a esta atração, não é raro encontrar no interior da floresta corpos humanos em vários estados de decomposição. Existem grupos de busca que retiram os cadáveres dos locais mais acessíveis, mas poucos se atrevem a procurar mais ao interior da floresta, pelo receio de não conseguirem voltar.

Existem restos mortais de décadas e até séculos pela floresta, alguns corpos são devorados por animais selvagens, outros se decompõe lentamente fazendo parte de um cenário macabro e atormentador.

Qual  fato que leva um número tão grande de pessoas a procurarem um lugar em comum para darem fim a própria vida?

Após tantas e tantas mortes num mesmo local, poderia o mesmo, absorver ou gerar determinadas energias capazes de atrair ou repelir pessoas?

Se existe mesmo espíritos, estes estariam vagando por ali, desejando que mais pessoas dêem fim a suas vidas ou tentando alertá-las a não fazerem o mesmo?

O que esse lugar teria de tão ... digamos ''especial?''

Você teria coragem de dar uma volta por la ? ;)

É isso!

Fontes: aqui aqui.


MAteria completa aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos indicamos...

Related Posts with Thumbnails

Tabela do Brasileirão

Carregando tabela de Central Brasileirão...
Tabela gerada por Central Brasileirão